No seguimento do que ficou acordado na reunião entre o Primeiro-Ministro, António Costa, e o Presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, em setembro, o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal e a Secretaria de Relações Exteriores do México anunciam a intenção dos dois países de estabelecer um corredor marítimo entre o porto de Coatzacoalcos, no Golfo do México, e o porto de Sines, em Portugal.

O corredor marítimo Coatzacoalcos-Sines será uma rota marítima privilegiada que fortalecerá as cadeias de produção entre ambos os países, bem como entre a América do Norte e a União Europeia. Contribuirá, de igual forma, para a exportação, o armazenamento e a distribuição de energia, com o objetivo de contribuir para a segurança energética da Europa.

O corredor marítimo Coatzacoalcos-Sines ligar-se-á ao Corredor Interoceânico do Istmo de Tehuantepec (CIIT), que liga o porto de Coatzacoalcos (Veracruz), na costa do Atlântico, ao porto de Salina Cruz (Oaxaca), na costa do Pacífico, proporcionando maior segurança e previsibilidade ao comércio internacional, num momento em que o desenvolvimento de novas cadeias de abastecimento para os mercados internacionais é indispensável.

Os dois países apresentaram este projeto, em 25 de outubro, no Fórum Global Gateway, em Bruxelas, e destacaram que o corredor marítimo Coatzacoalcos-Sines está alinhado com as linhas programáticas da estratégia Global Gateway para promover rotas de transporte sustentável entre a Europa e seus parceiros globais, diversificar o abastecimento de energia à Europa e investir na mitigação e resiliência climática, bem como contribuir para o processo de transição energética.

 

  • Partilhe